MAM sedia mais duas edições de Forró com Zelito Miranda


Além da JAM no MAM que reúne mais de 1.000 pessoas todos os sábados, às 18h, com ingresso de R$ 4 e R$ 8, o museu terá agora mais dois domingos (18 e 25), às 11h, com Forró de Zelito Miranda. A entrada é gratuita!

Nos próximos dias 18 e 25 (domingos) deste mês (junho/2017), sempre às 11h, com entrada gratuita, o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) sedia apresentações de forró com o cantor e compositor baiano, Zelito Miranda. Trata-se da continuação do famoso forró que acontecia no Parque da Cidade e agora no MAM. O Pátio das Mangueiras, em frente à capela do museu, lotou no último domingo (11), tendo como atrações, além de Zelito e banda, as participações especiais de Val Macambira e Del Feliz. O evento contou ainda com quadrilha, milho cozido e decoração de bandeirolas.

No estacionamento do MAM, aconteceu em paralelo a Feira Agroecológica, com agricultores da associação Fazenda Guerreiro, do município de Simões Filho. Laranja, milho, aipim, maracujá, verduras, hortaliças, tapioca e licores foram alguns dos produtos típicos do São João no local. Dentre os sucessos de Zelito e outros autores, clássicos de Luiz Gonzaga e Dominguinhos. “Fiquei tão feliz que decidi fazer as duas próximas edições (18 e 25) no MAM”, afirma Zelito Miranda. As apresentações no Solar do Unhão/MAM, comemoram o 40º evento do projeto.

REFORMA no MAM – Mesmo com as obras de reforma que encontravam-se paralisadas o museu não para de ter eventos. No dia 3 deste mês, o vice-governador e secretário do Planejamento da Bahia, João Leão, vistoriou a obra e garantiu a continuidade da intervenção. “Trata-se de um dos principais pontos turísticos de Salvador, em complexo arquitetônico tombado como Patrimônio Nacional desde 1943 e um museu com quase duas mil obras de arte contemporâneas e modernistas, por isso, não podemos parar”, disse o vice-governador durante a visita ao museu.

A decisão de dar continuidade as exposições, atividades educativas, oficinas e shows no Solar do Unhão/MAM, mesmo durante as obras, partiu do diretor geral do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), João Carlos de Oliveira. “Recebemos dezenas de pedidos e isso mostra o interesse da sociedade para com o equipamento”, relata João Carlos. As obras acontecem em duas etapas com investimento de R$ 15,7 milhões. Cerca de R$ 8 milhões foram investidos na primeira etapa. A segunda etapa tem previsão de mais R$ 7,7 milhões, com requalificações das oficinas do MAM, galeria 3, sistema de ar-condicionado, subestação, arcos da Avenida Contorno e Parque das Esculturas.

PROGRAMAÇÃO CONTÍNUA – A data de término das obras dependerá dos recursos a serem liberados. Mas a programação no museu continua. Além da JAM no MAM e do forró de Zelito Miranda, aos sábados e domingos, o MAM está com três exposições em cartaz: 'Natureza que Aflora' (até 18.06), 'Eles por Ela' (até 9.07) e 'Elas' (até 23.07). Já as Oficinas do MAM - gratuitas - voltam em julho/agosto. “O MAM está em obras, detém 10.047 m² de área e tem muita complexidade, mas não vamos parar com a programação artístico-cultural do museu”, diz o diretor do IPAC.

Além do MAM o IPAC administra o Palacete (Graça), Museu de Arte (Corredor da Vitória), Passeio e Aclamação (Campo Grande). No Pelourinho, o Solar Ferrão, museus Tempostal e Udo Knoff, além da Praça das Artes. No interior, Convento dos Humildes (Santo Amaro), Parque Castro Alves (Cabaceiras) e Museu Wanderley (Candeias). Museus: www.ipac.ba.gov.br/museus. Assista o vídeo: http://bit.ly/2n1mrVZ. Acesse www.ipac.ba.gov.br, facebook Ipacba Patrimônio, twitter @ipac_ba e instagram @ipac.patrimonio. Facebook/MAM: ‘Museu de Arte Moderna da Bahia’.

Fotos em BAIXA resolução em ANEXO.
Crédito Fotográfico obrigatório – Lei nº 9610/98: SAULO BRANDÃO

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 13.06.2017
Jornalista responsável Geraldo Aragão (DRT-BA nº 1498)
(71) 99110-5099, 99922-1743, 3117-6490, 3116-6673
Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment