Núcleo de Ópera ensaia apresentação sobre terreiros para os 50 anos do IPAC


Em comemoração ao cinquentenário do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC), em setembro, o Núcleo de Ópera (NOP) da Bahia está ensaiando uma ópera com a participação dos terreiros tombados pelo instituto, uma autarquia da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). A novidade foi anunciada ontem (15) no Palácio da Aclamação, no Campo Grande, na abertura da 15ª Semana de Museus Dimus/IPAC.

“O IPAC encomendou ao NOP a ‘Ópera dos Terreiros’, que estou compondo e, cujo libreto está sendo escrito pelo secretário da Cultura, Jorge Portugal. Ele teve uma ideia maravilhosa ao unir a ópera com a cultura dos terreiros de candomblé. Vai ser muito forte, bonito e baiano. Só na Bahia se pode fazer uma ópera assim e depois levar para o mundo tudo isso. Todos os ensaios estão sendo aqui no Palácio da Aclamação, e a apresentação será no dia 15 de setembro, na Praça das Artes, no Pelourinho”, conta o maestro do NOP, Aldo Brizzi.

Durante a mesa redonda com músicos do NOP e o chefe de gabinete do IPAC, Ivan Teixeira, representando o diretor do instituto, foi anunciada a temporada 2017 do Núcleo, que faz residência artística no Palácio da Aclamação desde janeiro deste ano. “Primeiro vamos ter o ‘Oratório de Santo Antônio’ em forma de “ópera junina” no Solar Ferrão, no Pelourinho, nos dias 11, 12 e 13 de junho”, diz Brizzi.

CORAL DO IPAC – Aqui nos sentimos em casa. O NOP está ensaiando o Coral do IPAC, que está sendo retomado, por enquanto, com dez colaboradores, para se apresentar na ‘ópera junina’ junto com o nosso Coro Madrigal. Estou fazendo todos os arranjos para dois coros, como se fazia em San Marco, em Veneza, no século XVII”, afirma.

Segundo Brizzi, também será reapresentada no Palácio da Aclamação, ao menos quatro vezes, a Ópera Treemonisha. “Vamos realizar ainda saraus gratuitos do nosso coral para funcionários da área do Campo Grande, entre 12h às 13h. O primeiro será com músicas de Dorival Caymmi e outros grandes nomes que cantaram o mar, com um regente novo, Edson Lucas, que é um tenor que veio do Neojiba”, diz.

“Outra novidade é a apresentação de Treemonisha, com produção baiana, em Lisboa, no mês de novembro, e há ainda a possibilidade de irmos para a Itália. É a primeira vez que uma companhia de ópera da Bahia sai pelo mundo”, comemora.

DINAMIZAÇÃO - O chefe de gabinete do IPAC, Ivan Teixeira, celebra a parceria com o NOP. “Acho que o Aldo é uma figura, cuja imaginação combina muito bem com esse projeto atual do IPAC de fazer com que a dinamização dos espaços esteja sintonizada tanto com o tradicional quanto com o novo”, afirma Teixeira.
       
        O evento no salão nobre do solar oitocentista ontem foi realizado pela ONG Roda Baiana e Com Arte Produções Artísticas com apoio do IPAC e patrocínio do Banco do Nordeste e do Ministério da Cultura. O lançamento da 15ª Semana de Museus contou com apresentação de várias da Ópera Treemonisha, cuja temática trata do respeito à diversidade racial, o papel da mulher na sociedade, a importância da educação e da instrução.

Em fevereiro deste ano, o NOP lançou a programação anual de ensaios e apresentações artísticas no Palácio da Aclamação. O evento contou com a presença do cantor e compositor Gilberto Gil, padrinho do Núcleo, além de integrantes do Cortejo Afro. “A gestão cultural e a sociedade, junto com aqueles que têm projetos e iniciativas, como aqui no Palácio da Aclamação, precisam se unir. Esse tipo de iniciativa do IPAC, de implantar o Núcleo de Ópera nesse espaço do Palácio é fundamental, pois nos permite caminhar”, disse Gil.

O núcleo é formado por cerca de 70 músicos, cantores e bailarinos e fez a estreia mundial da versão em português da ópera Treemonisha, com orquestração de Aldo Brizzi, no último dia 26 de janeiro no Teatro Castro Alves, equipamento também da SecultBA. Dividida em três atos, a obra do americano Scott Joplin (1868-1917), considerado o rei do ragtime, foi a primeira ópera escrita por um compositor negro que se tem notícia.

A programação do NOP faz parte do projeto de dinamização de espaços do IPAC. Além do NOP, o solar oitocentista foi sede de variados eventos com propostas artísticas e culturais neste ano, dentre eles a ‘Feira Pedra Papel Tesouro’, a solenidade de doação do acervo de Roberto Santos (ex-governador da Bahia), ensaios fotográficos para o editorial de moda Bazar (do Jornal Correio) e cenário para gravações de ‘Édipo Rei’, peça francesa dirigida por Gilles Pastor que tem previsão de estreia no final de agosto em Lyon, na França.

15ª SEMANA DE MUSEUS - Temporada cultural coordenada pelo Ibram (Instituto Brasileiro de Museus) que acontece todo ano em comemoração ao Dia Internacional dos Museus (18 de maio). A 15ª Semana de Museus acontecerá até o próximo domingo (21) nos diversos museus do Brasil. Com a temática “Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus”, a 15ª Semana de Museus acontece mais de mil museus de todo o país, oferecendo ao público três mil atividades especiais como visitas mediadas, palestras e oficinas.

Acompanhe a programação dos museus do Estado no blog: https://dimusbahia.wordpress.com/.

O Palácio da Aclamação integra a Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (DIMUS/IPAC), unidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Crédito das fotos: Jefferson Vieira

Núcleo de Comunicação - Ascom Dimus
Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia 
Palácio da Aclamação - Avenida 7 de Setembro, 1.330, Campo Grande - CEP 40.080.001
(71) 3117-6445
Jornalista responsável: Yara Vasku (71) 99119-7746
dimusbahia.wordpress.com
facebook.com/museusdabahia

Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Duos A510M / DS Dourado com Dual Chip, Tela 5.2 ´, Câmera 13MP, Android 5.1 e Processador Octa Core 1.6GHz
Smartphone Samsung Galaxy A5 2016 Duos A510M / DS Dourado com Dual Chip, Tela 5.2 ´, Câmera 13MP, Android 5.1 e Processador Octa Core 1.6GHz
R$ 956,24 
R$ 879,12 
8% Desconto

Smartphone Samsung Galaxy J7 Metal Dual Chip Android 6.0 Tela 5.5 ´ 16GB 4G Câmera 13MP - Dourado
Smartphone Samsung Galaxy J7 Metal Dual Chip Android 6.0 Tela 5.5 ´ 16GB 4G Câmera 13MP - Dourado
R$ 866,84 
R$ 798,99 
7% Desconto

Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment