Praça Pastores da Noite (Pelourinho) recebe programação infanto-juvenil a partir deste sábado (29), às 8:30h

O Projeto Mandinga (Associação Integrada de Educação e Artes) realiza a partir deste sábado (29), das 8:30h às 17h, na Praça Pastores da Noite, no Pelourinho, o evento ‘Mandiga na Praça’. A ideia é incentivar o lazer, o cuidado com o patrimônio, o respeito à diversidade e ao meio ambiente. A praça está localizada no final da Rua das Laranjeiras, no terraço do edifício-garagem do Pelourinho (estacionamento 14-M), no Centro Histórico de Salvador (CHS). Na programação deste sábado acontece pintura facial, campeonato de empinar arraia (pipa), contação de histórias, brincadeiras populares, distribuição de brinquedos, oficina de reciclagem, oficina de grafite e pintura, além da tradicional roda de capoeira. O evento se prolonga pelos meses de novembro e dezembro. 

A iniciativa é apoiada pelo projeto ‘Dei Valor’ do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) que destaca e dissemina as boas iniciativas de ocupantes de imóveis do órgão no Pelourinho. “O IPAC detém 386 unidades imobiliárias no CHS, ocupadas por instituições consulares, artísticas, culturais, administrativas e sociais, algumas desenvolvendo importantes projetos para o bairro e em benefício da comunidade e da população da cidade, que merecem ser divulgados e apoiados por toda a sociedade”, explica o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira.

CAPOEIRA – O Projeto Mandinga foi contemplado pelo IPAC com uma sede no ano passado (2015) para realizar suas atividades artísticas e educativas, através de um contrato de autorização de uso do bem público. O Mandinga realiza ações educacionais, culturais e esportivas desde 1998 e foi idealizado pelo Mestre de capoeira Sabiá. A ênfase do projeto é na capoeira, samba de roda, maculelê e outras atividades correlatas a essas manifestações culturais. “Além de beneficiar a comunidade e o bairro, o projeto centra-se na capoeira que é um Patrimônio Imaterial da Bahia via IPAC, desde 2006 (Decreto nº10.178), e a Roda de Capoeira foi inscrita no Livro de Registro das Formas de Expressão em 2008 como um Bem Cultural Nacional pelo IPHAN”, relata o diretor do IPAC. 

De acordo com o Mestre Sabiá, a ideia é que o projeto contribua ainda na formação de valores humanos e éticos, baseados no respeito, socialização e liberdade, de forma recreativa e disciplinar. “Já atuamos em dez países, entre eles Alemanha, Bélgica, Espanha, França, Inglaterra e Brasil”, diz Mestre Sabiá. Segundo ele, que coordena a iniciativa, o desejo é envolver a sociedade na ocupação e valorização da Praça Pastores da Noite. “Queremos promover a consciência participativa da população de que a praça está ali e deve ser cuidada. Um projeto de socialização, de gente ajudando gente. A praça é da comunidade, um patrimônio público e devemos preservá-lo”, declara Sabiá.

NOVEMBRO e DEZEMBRO – Já o professor de capoeira, Dadá, que integra a equipe do Projeto Mandinga, ressalta a palavra Ubuntu, utilizada no cartaz do evento. “Ubuntu é uma expressão de origem africana, que significa união de pessoas: todos somos um. Uniremos professores, escolas, crianças e convocamos a comunidade para estar conosco na Praça Pastores da Noite. Serão dias de diversão, com conhecimentos e brincadeiras populares que estão quase extintas. Trabalhamos o conceito de que precisamos um do outro para brincar, fazer e conservar a nossa cultura”, finaliza Dadá. Na África do Sul, a noção de Ubuntu ligou-se também à luta contra o Apartheid e inspirou Nelson Mandela. 

A programação do Mandinga na Praça continuará no dia 4 de novembro, em comemoração ao Mês da Consciência Negra, às 15h. Nesse dia, acontecem oficinas de turbantes e penteados afro, de grafite, pintura e reciclagem, apresentações culturais e artísticas com participação do Olodum e Ilê Ayê, contação de histórias e roda de capoeira. A edição repete-se no dia 2 de dezembro, também um sábado. Sobre o projeto Mandinga no telefone (71) 99966-0444 e 99623-6067.Sobre projetos, programas e inaugurações do IPAC, acesse o site www.ipac.ba.gov.br, facebook Ipacba Patrimônio, twitter @ipac_ba e instagram @ipac.patrimonio.

Crédito fotográfico obrigatório. Lei nº 9610/98
Fotógrafo: Bruno Ganem – Newton Soares – Rafaela Ceo/IPAC - CONDER

Assessoria de Comunicação – IPAC, em 27.10.2016
Jornalista responsável Geraldo Aragão (DRT-BA nº 1498)
(71) 99110-5099, 3117-6490, 3116-6673
Coordenação de Jornalismo e Edição: Marco Cerqueira (DRT-BA nº 1851)
(71) 98234-9940
Texto-base e entrevistas: Newton Soares (estagiário Jornalismo)
facebook: Ipacba Patrimônio
Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment