Grupo Botequim faz circulação nacional com apoio do Fundo de Cultura

A partir de sexta-feira (23), grupo de samba baiano se apresenta ao lado do mestre Walmir Lima em São Paulo, Rio de Janeiro e Recife
A celebração que o Grupo Botequim faz ao samba tradicional da Bahia vai encantar ouvidos e mostrar sua força em outras cidades do país a partir dessa sexta-feira (23), quando o grupo entra em circulação nacional com passagens por São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. Em todas as noites, o mestre Walmir Lima estará presente como convidado especial da excursão artística, que se tornou possível por meio do Edital Mobilidade Artística e Cultural 2017, apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.
Smartphone Motorola Moto G 5S Dual Chip Android 7.1.1 Nougat Tela 5.2 ´ Snapdragon 430 32GB 4G Câmera 16MP - Dourado

SMARTPHONE MOTOROLA MOTO G 5S XT1792

Smartphone Motorola Moto G 5S Dual Chip Android 7.1.1 Nougat Tela 5.2 ´ Snapdragon 430 32GB 4G Câmera 16M...
Veja preços em mais lojas
  R$ 773,10
Submarino
Smartphone Samsung Galaxy J7 Prime 32GB Dourado 4G Tela 5.5 ´ Câmera 13MP Android 6.0.1 8635617

SMARTPHONE SAMSUNG GALAXY J7 PRIME SM-G610M

Smartphone Samsung Galaxy J7 Prime 32GB Dourado 4G Tela 5.5 ´ Câmera 13MP Android 6.0.1 8635617...
Veja preços em mais lojas
  R$ 826,32
Carrefour
Intitulada “Circulação Nacional Grupo Botequim e o Samba Tradicional da Bahia: Participação Especial do Mestre Walmir Lima”, a turnê marca o lançamento nessas cidades do álbum Festa no Botequim, comemorativo ao aniversário de 10 anos do grupo, lançado em Salvador em 2016, que traz participações de grandes nomes do samba baiano, como Gal do Beco, Seu Regi de Itapuã, Grupo Barlavento, As Ganhadeiras de Itapuã e Walmir Lima.

O repertório das apresentações é um passeio pelas 13 faixas autorais do CD e pela obra de um dos grandes nomes do samba tradicional baiano, Walmir Lima, que irá mostrar algumas dos grandes sucessos dos seus 47 anos de carreira. “Também não vamos deixar de homenagear outros sambistas baianos, como Riachão”, acrescenta Roberto Ribeiro, cavaquinhista e um dos fundadores do grupo.

Assim como o álbum Festa no Botequim, o show preparado para o projeto de circulação traz no seu conceito a abordagem a diferentes vertentes do samba, do samba de roda ao partido alto, passando pelo samba canção, samba de breque, samba enredo e até chorinho.

Em São Paulo, o grupo toca em Mogi das Cruzes, no Casarão da Mariquinha, dia 24 de março, e no dia seguinte (25) na capital paulista, como parte do projeto musical Samba do Sol. No Rio de Janeiro serão duas apresentações, uma no Teatro Rival Petrobras e outra no Solar Wilson Moreira, nos dias de 28 e 31 de março respectivamente. Já em Recife, o show do grupo integra-se ao projeto Andando com o Samba de Raiz, no Paris Lounge Bar, dia 7 de abril.

Grupo Botequim – A sete meses de completar 12 anos de trajetória musical, o Grupo Botequim é hoje reconhecido nacionalmente pelo trabalho de pesquisa sobre o samba tradicional de todas as regiões do país. Em Salvador, onde nasceu, é responsável por ampliar a vivência acerca do gênero musical, sendo o provocador de uma renovação da cena de entretenimento em torno da roda de samba.

Formado por Roberto Ribeiro (cavaco e voz), Pedrão (violão e voz), Tito Fukunaga (flauta e percussão), Natan Maurício (surdo), Washington Rodrigues (Violão 7 cordas) e Everton Marco (percussão e voz), o grupo já se apresentou por cidades do Brasil e realizou turnês no exterior, passando por Portugal, Alemanha e França.

Além das canções que resultam de um trabalho autoral marcante, uma vez que todos os seus integrantes são compositores, o Botequim traz para o seu repertório grandes nomes do samba tradicional da Bahia, como Batatinha, Roque Ferreira, Edil Pacheco, Riachão, Nelson Rufino, Walmir Lima, além de outros notáveis sambistas brasileiros, como Cartola, Nelson Cavaquinho, Paulinho da Viola, Clementina de Jesus, Noel Rosa, Dona Ivone Lara, Adoniran Barbosa, entre outros.

“A roda de samba é lugar essencial de onde emerge essa tradição tão viva do samba em qualquer canto desse país. Dessa forma, o Grupo Botequim vem espalhando celebração, competência musical e, sobretudo, respeito ao samba”, comenta o mestre Walmir Lima, que apadrinha o grupo e, não à toa, é o convidado escolhido para este projeto de circulação.

Walmir Lima - Walmir Lima é um artista que se confunde com a música de raiz produzida e vivenciada na Bahia, principalmente na sua vertente mais popular, o samba. Seu repertório mistura o samba enredo, samba de roda e de terreiro, sambas canções românticos, impregnados de uma poesia lírica única.

Oriundo de uma geração de grandes mestres sambistas baianos, como Batatinha, Panela, Tião Motorista, Walmir Lima tem uma obra marcada de grandes êxitos e sucessivas conquistas como um excelente compositor. Por meio de suas canções, ele conquistou o Brasil. Entre seus grandes sucessos estão “Ilha de Maré”, imortalizada pela voz de Alcione; “Dindinha Lua”, gravada por Beth Carvalho, além de outras grandes canções nas vozes de Jair Rodrigues, Fundo de Quintal, Nosso Samba, Exporta Samba dentre outros. Na trajetória do mestre, estão cinco álbuns, entre os quais dois produzidos por ele, Bahia de Todos os Sambas e Sambas de Roda de Salvador.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br


Programação Turnê

São Paulo
24/3 - Mogi das Cruzes- Casarão da Mariquinha - 15h
25/3- São Paulo - Samba do Sol - 15h
Rio de Janeiro
28/3 - Teatro Rival Petrobras - 19h30
31/3 - Solar Wilson Moreira - 16h
Recife
7/04 - Projeto Andando com o Samba de Raiz- Paris Lounge Bar - 16h


19/03/2018

Assessoria de Comunicação - Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA
Telefone: (71) 3103-3442 / 3452
Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment