Header Ads

ad728
  • Breaking News

    IPAC cria Comissão Técnica para acompanhar Plano Museológico do Estado da Bahia

    O Instituto de Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), responsável pela administração de nove museus, publicou no Diário Oficial do último sábado (30), a Portaria Normativa n° 297, que cria a Comissão de acompanhamento técnico de criação do Plano Museológico do Estado da Bahia. A comissão será formada pelo curador de cada instituição e vai ser coordenada pela servidora Ana Silvia Ribeiro Liberato de Mattos, que deve colocar em prática uma padronização na utilização do espaço publico museal.

    O processo de formação da comissão seguirá um rito. Os nomes dos integrantes devem ser indicados no prazo máximo de 15 dias, e após seis meses de trabalho, cada museu deve apresentar seu plano museológico. Por isso, o conselho vai se reunir, traçar diretrizes e definir os critérios exigidos por lei para usar os museus. 


    1. Cadeira Presidente MB-OP839 - Travel Max

      Cadeira Presidente MB-OP839 - Travel Max

      de R$ 369,90
      por R$ 199,99
      em até 3x de R$ 66,66
      sem juros
    2. Cômoda Infantil 1 Porta 4 Gavetas Móveis Estrela - Xodó

      Cômoda Infantil 1 Porta 4 Gavetas Móveis Estrela - Xodó

      por R$ 399,00
      em até 7x de R$ 57,00
      sem juros
      ou R$ 371,07 à vista
    A necessidade de criar uma Comissão faz parte da política de isonomia adotada pelo IPAC para 2018, que deixa mais transparente a relação das curadorias com o que vai ser realizado em cada espaço museal. Além disso, o Instituto cumpre o que já estava previsto na Lei 11.905 de 14 janeiro de 2009, regulamentada pelo decreto 8.124 de outubro de 2013, que institui o Estatuto de Museus.
    O diretor geral do IPAC, João Carlos Oliveira, acredita que a Comissão é uma estratégia inovadora que vai auxiliar os diretores dos museus na realização de uma administração mais homogênea e de rápidas soluções aos problemas. Ele também espera haver menos burocracia para os expositores que desejam divulgar suas obras nesses espaços.

    O trabalho da comissão será realizado para atender demandas de pautas nos seguintes equipamentos museais: Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), Museu de Arte da Bahia (MAB), Palacete das Artes, Museu Tempostal, Museu Udo Knoff de Azilejaria e Cerâmica, Centro Cultural Solar Ferrão, Museu Recolhimento dos Humildes, Parque Histórico Castro Alves e o Museu Wanderley Pinho.

    Assessoria de Comunicação – IPAC, em 03.01.2018
     (71) 3117-6490, 3116-6673, 99110-5099
    Texto-base Stéphanie dos Santos (estagiária Jornalismo)
    Facebook: Ipacba Patrimônio – Twitter: @ipac_ba – Instagram: @ipac.patrimonio

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad


    ad728