Protesto contra preço alto provoca falta de combustíveis em pelo menos 60 cidades de Goiás, diz sindicato

Em 15 municípios, não há etanol e nem gasolina em nenhum posto e, em Goiânia, 70 locais enfrentam desabastecimento. Manifestantes deixaram 3 polos de distribuição, mas seguem em 4.



O protesto contra o preço alto dos combustíveis, que começou na última segunda-feira (13), gera desabastecimento em pelo menos 60 cidades de Goiás, de acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás (Sindiposto). Deste total, em 15 municípios não há nem etanol e nem gasolina nas bombas. Em Goiânia, até a manhã desta quarta-feira (15), 70 estabelecimentos enfrentam algum tipo de desabastecimento.

Apesar de divulgar o balanço, o Sindiposto ainda não informou a lista das cidades afetadas pelo desabastecimento.

  1. Smartphone Samsung Galaxy J7 Neo 16GB Preto - Dual Chip 4G Câm. 13MP Tela 5,5" HD Proc.Octa Core
  2. Smartphone Samsung Galaxy J5 Prime 32GB Preto - Dual Chip 4G Câm. 13MP + Selfie 5MP Tela 5" HD
O movimento, organizado por motoristas, caminhoneiros, taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos de transporte particular. Após liminares, os manifestantes deixaram nesta manhã três dos sete polos de distribuição de combustíveis, sendo dois em Senador Canedo e um em Goiânia. De acordo com um dos organizadores do protesto, Fabrício Nélio Feitoza, a manifestação continua nesses quatro locais por tempo indeterminado.

FONTE: G1
Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment