Greve chega ao 30º dia e clientes reclamam nas agências

Segundo sindicato, esa é a mais longa greve de bancários do CE.
Nesta quarta-feira, haverá uma nova reunião.


A greve dos bancários completa 30 dias nesta quarta-feira (5). No Ceará, só 130 das quase 600 agências bancárias estão funcionando. O que representa 76% de adesão. Já em Fortaleza das 259 agências 210 foram afetas. Representando 81% do total. Por causa disso, os clientes estão tendo dificuldades para pagar contas nos caixas eletrônicos. 
A funcionária pública, Inês dos Santos, diz que quer saber quando a greve vai acabar. Não consegue realizar nenhum pagamento. “Eu queria saber até quando vai essa greve dos bancos. Tem muita gente prejudicada, pois há vários problemas que não podem ser resolvidos pelo caixa eletrônico”, lamenta.
De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários do Ceará, Carlos Eduardo Bezerra, é a greve mais longa das últimas décadas.  “Essa passa a ser a greve mais longa das últimas décadas. Última vez que tivemos uma paralisação com tantos dias foi em 2004. E a greve mais longa da história foi aquela de 1951 de 69 dias”, conta.
Ainda segundo Carlos Eduardo a greve continua porque os bancos ofereceram na última rodada de negociações uma proposta abaixo da inflação sem atender uma ou outra revindicação da categoria.
“Os bancários pedem aumento real de salário, mais contratações, mais segurança, melhores condições de trabalho e mais saúde. Os bancos ofereceram uma proposta abaixo da inflação sem atender uma ou outra revindicação”, disse.
Transtornos
No Centro da Capital a movimentação é intensa de pessoas nas agências mesmo com a greve. Na maioria das vezes não conseguem revolver os problemas. Alguns caixas eletrônicos estão sem dinheiro e sem funcionar. O vendedor ambulante, Luís Honofre Farias, diz que não pode movimentar a conta e vai ter que esperar a greve. “Eu sei usar os caixas, mas não posso sacar porque meu cartão está bloqueado. Só vou desbloquear quando a greve acabar”, afirma.

Já a dona de casa, Maria Zélia Oliveira, devido a greve teve pagar quase R$ 100,00 de multas, pois os caixas não funcionam. “Por causa da greve paguei multa de R$ 94,00. Os caixas não estão lendo o papel. Sem funcionamento passou os dias e veio os juros”, reclamou.
Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment