XI Panorama Coisa de Cinema prorroga inscrições até dia 26

 
O XI Panorama Internacional Coisa de Cinema prorrogou suas inscrições até o dia 26 de julho. O festival realizará quatro mostras competitivas: longa-metragem nacional, curta-metragem nacional, filme internacional e filme baiano. Filmes de qualquer gênero finalizados a partir de janeiro de 2014 podem concorrer aos prêmios em dinheiro e/ou serviços que serão oferecidos pelo festival. O XI Panorama Internacional Coisa de Cinema acontece em paralelo em Salvador e Cachoeira. A décima primeira edição do festival conta com o patrocínio da Petrobras e do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, mecanismo de patrocínio cultural das Secretarias de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) e da Fazenda (Sefaz) e será realizada entre 28 de outubro e 04 de novembro.
 
As produções nacionais em longa-metragem devem ter no mínimo 60 minutos de duração, enquanto os curtas podem durar até 30 minutos, o mesmo vale para a competição internacional. Na competitiva baiana serão aceitos filmes de qualquer duração. Os filmes estrangeiros deverão ser legendados em inglês, quando esse não for seu idioma original.
 
Os interessados precisam preencher o formulário de inscrição, disponível no site www.coisadecinema.com.br/xi_panorama/inscricoes. Durante o processo de inscrição será solicitado um link do filme, caso não seja possível disponibilizar, uma cópia em DVD deve ser encaminhada para o endereço informado no regulamento, informando o nome do filme e do remetente no envelope e na mídia.
 
Os curadores do Panorama irão selecionar oito longas-metragens e 16 curtas nacionais, seis longas e doze curtas internacionais e um número a definir de filmes baianos. O festival considerará a data de envio do e-mail e postagem de material nos Correios para verificar o cumprimento do prazo de inscrição.
 
Sobre o Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais.
Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment