CARAVANA VAI PERCORRER A BACIA DO JACUÍPE PARA DIVULGAR E FORTALECER A ECONOMIA SOLIDÁRIA

A Caravana da Economia Solidária da Bacia do Jacuípe vai percorrer os 14 municípios do Território de Identidade a partir desta segunda-feira, 16. A iniciativa é do Centro Público de Economia Solidária da Bacia do Jacuípe, projeto financiado pela Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE/BA), por meio do Programa Vida Melhor,  e que é executado pela Rede Pintadas.

A ação tem  com o objetivo aprofundar conhecimentos sobre a realidade local, partilhar experiências, divulgar e fomentar a prática da Economia Solidária, contribuindo com o desenvolvimento sustentável da região e com o fortalecimento das atividades geradoras de emprego e renda. Para isso, a Caravana conta com uma vasta programação que inclui palestras, oficinas, cursos de qualificação, atividades culturais e uma Feira da Economia Solidária, onde os empreendimentos terão a chance de apresentar e comercializar os seus produtos. Os participantes também terão à disposição a equipe de técnicos que vão prestar atendimento e esclarecimentos ligados ao campo da Economia Solidária, bem como políticas públicas que podem ser acessadas pelos grupos.

"Nossa intenção é mobilizar uma rede de Economia Solidária na Bacia do Jacuípe para fortalecer, empoderar e garantir a sustentabilidade dos grupos aqui existentes e estimular novos. Por isso queremos ampliar e dar oportunidade para que as pessoas conheçam melhor o que é a economia solidária", destaca o coordenador do CESOL, Hélio Alves.

O município de Quixabeira será o primeiro a receber a visita da Caravana da Economia Solidária entre os dias 16 e 19 deste mês. De 24 a 27, será a vez de São José e nos dias 30 e 31, a cidade de Gavião recebe a ação.

O CESOL presta serviços técnico-gerenciais a associações, cooperativas e demais grupos produtivos solidários formais ou informais, capacita os grupos para geração de trabalho e renda, bem como qualifica as organizações para acessar as políticas públicas. Desde 2013 o CESOL já deu assistência a 153 empreendimentos em toda a região por meio da sua equipe multidisciplinar de técnicos. Mais de 200 pessoas já foram qualificadas por meio de oficinas e cursos de artesanato, sequilhos, panificação, derivados da mandioca, pintura em tecido, decoração de quarto de bebê, dentre outros. A proposta agora é constituir a rede de economia solidária na perspectiva do desenvolvimento econômico e sustentável do Território para dar suporte aos grupos produtivos, ampliar os mercados consumidores e fortalecer a geração de renda, com foco no comércio justo e consumo consciente.

ECONOMIA SOLIDÁRIA - é uma forma de organização socioeconômica que tem como objetivo a geração de renda sem exploração do trabalho e dos recursos naturais, o desenvolvimento sustentável e a inclusão social. São cooperativas, associações, grupos de produção (formais e informais) e clubes de trocas que se unem pelos princípios da autogestão, democracia, participação, cooperação, respeito ao meio ambiente, igualdade de direitos, comércio justo, consumo consciente. Desde 2007 a Bahia conta com a Superintendência de Economia Solidária (Sesol) e desde 2011 com a Lei 18.636, que criou a Política Estadual de Economia Solidária, que ampliou as políticas sociais para o segmento.

Informações: (75) 3693-2129. Email: cesolbj@gmail.com
Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment