Dilma: comício da Candelária foi marco pela democracia

Diretas jáNo dia em que o comício da Candelária, no Rio de Janeiro, completa 30 anos, a presidente Dilma Rousseff aproveitou sua conta no Twitter para comentar o marco histórico, considerado central na campanha das Diretas Já. No fim do mês passado, Dilma também fez comentários sobre o aniversário de 50 anos do golpe militar que levou o País a uma ditadura que durou 21 anos.
“Há exatos 30 anos, um milhão de pessoas foram à Candelária pelo restabelecimento da democracia no País”, disse a presidente por meio do microblog. “O comício da Candelária pelas eleições diretas para a Presidência da República foi um marco na luta pela democracia.”
O anseio pelo retorno da democracia moveu a maior massa já vista até então contra o regime militar em frente ao palanque montado no local já histórico de manifestações da capital fluminense. Um milhão de brasileiros, o maior público até então dos comícios da Diretas Já, superando o de São Paulo, simbolizava a pesquisa feita um tempo antes pelo Ibope que dava conta que 85% da população queria o voto direto para presidente.
Em 15 dias, a proposta de emenda constitucional que recebeu o nome do deputado que a propôs, Dante de Oliveira (PMDB-MT), seria votada na Câmara dos Deputados para devolver ao povo o direito de escolher quem iria comandar o País. Barcas e ônibus liberaram as respectivas roletas e ninguém mais trabalhou naquele dia. A avenida Presidente Vargas foi tomada por uma multidão. Muitos fantasiados usando da criatividade em tom de ironia contra os militares que já governavam o Brasil desde 1964. 
Dilma aproveitou o momento histórico para fazer um paralelo com o cenário democrático atual. Para ela, “se hoje podemos lutar por mais direitos, pela igualdade social, racial e de gênero, devemos muito disso à transformação iniciada nas Diretas Já.”
Share on Google Plus

About IPW Noticias

    Blogger Comment
    Facebook Comment